Webinar: Cuidar de si e do outro como uma pratica pedagogica


No último sábado (04.07) realizamos mais uma etapa do nosso projeto de formação continuada (Retomando às atividades presenciais pós pandemia: Um aprendizado para a Vida), onde pudemos contar com a mediação do Ir. Alexandre Lôbo,FMS que é diretor do Colégio Maristas de Teresina. O mesmo discorreu sobre a capacidade de “Cuidar de si para cuidar do outro: o cuidado como prática pedagógica”.

Em sua fala, Ir. Alexandre discorreu sobre vários aspectos que envolvem esta belíssima capacidade humana de cuidar do outro e tendo sempre como plano de fundo o fazer pedagógico. Para tanto ele ressaltou que “a vida não nos oferece respostas, mas sim perguntas acerca do nosso ser e enquanto Seres humanos temos a capacidade de buscar as respostas e assim devemos fazer e desta maneira irmos aprendendo a cuidar, de nós mesmos e dos demais.”

Nas palavras de Maria Carolina (professora regente do 2º ano da ESAR), “Foi um momento enriquecedor, pois me senti ainda mais acolhida e refleti sobre a importância de ressignificar as situações difíceis que vivencio, evidenciando que as mesmas também me fazem crescer enquanto pessoa e me ajudam no processo de autoconhecimento. Além disso, refletimos, enquanto grupo, sobre o quanto somos importantes, sobre nossas potencialidades e também sobre a importância de acolher nossos sentimentos e compreendê-los, para que assim possamos dar respostas conscientes e construtivas às diferentes situações que vivenciamos ao longo da vida. Foi uma formação que contribuiu de maneira significativa para minha prática e um grande estímulo para que possa continuar fazendo o melhor aos nossos alunos”.

De acordo como as colocações de Emanuelly Andrade (professora de Química do Ensino Médio da ESAR) “Desde quando saí da universidade esse é o maior desafio que tenho enfrentado, prender a atenção e dar motivação aos meus alunos através da tela de um computador. Em meio aos desafios que a pandemia nos tem colocado, este momento de reflexão com o Ir. Alexandre nos norteia e impulsiona a seguirmos. Refletir sobre qual motivo nos fez seguir como professores até aqui nos ajuda no processo de ressignificação de nossa prática pedagógica, e isso não passa apenas pelos planejamentos mas sim pelo ser professor(a). Neste momento precisamos entender os porquês de nossa profissão, para podermos enfrentar os obstáculos postos, de maneira consciente. Um ponto muito importante da fala do Ir. Alexandre Lôbo é ‘cuidar de si para cuidar do outro’, precisamos cuidar e sermos cuidados, amar e sermos amados para que assim possamos transcender, colocar o nosso mais puro ser professor em pratica. Todos nós temos alguns porquês que nos impulsionam a seguir, um deles é a presença nossos alunos; temos que guia-los no desenvolvimento do seu ser humano e intelectual. Lembremos que a escola não é apenas um ambiente físico e feito de concreto, mas sim um local de construção de relacionamento entre pessoas.”

Assim concluímos que o nosso crescimento na linha do cuidado depende da ação de cada um, não de maneira individualizada, mas em conjunto, mesmo que em tempos de pandemia estejamos separados fisicamente, estamos ainda mais unidos do que em outros tempos em que vivíamos e convivíamos juntos em nossos locais de trabalho e no interior de nossos lares.

O vídeos desta palestra segue disponível em nossa página no youtube: Escola Santo Afonso Rodriguez.

Comente!